Veja como guiar o seu trabalho pelo marketing de performance.

Veja como guiar o seu trabalho pelo marketing de performance.

O marketing digital é cheio de caminhos por onde empreendedores podem iniciar os seus investimentos. Entretanto, o problema de muitos que entram nesta jornada é a falta de um objetivo definido e de informações mais precisas para calcular o ROI, o famoso Retorno Sobre Investimento, em cada caminho escolhido.

Nesse sentido, o marketing de performance se torna uma solução viável para guiar gestores digitais, desde os que estão começando agora até aqueles que já estão há um bom tempo trambalhando neste meio. Entenda no post de hoje como você pode melhorar o seu trabalho com o marketing de performance, acompanhe:

O que é o marketing de performance?

O marketing de performance é qualquer ação, tática ou campanha de marketing que pode ser mensurada desde o seu início. Ele não se limita a uma ação online ou offline, já que, atualmente, tudo pode ser mensurado com a evolução das ferramentas de marketing digital.

Hoje é possível mensurar não somente o número de visitantes do site, mas também tudo o que o usuário faz nele. É possível até mesmo gravar algumas visitas ao seu site para analisar se elas estão fazendo o que planejou.

A evolução do marketing de performance

O grande passo para a evolução do marketing de performance foi o lançamento do Google Analytics em 2005. O Google Analytics é capaz de mensurar tudo sobre os visitantes de um site e pode ser instalado sem exigir conhecimento técnico avançado. Além de ser grátis, ele é muito simples de navegar.

O Google Analytics também permite que os gestores configurem as suas metas e conversões de forma prática e rápida, tornando mais fácil o acompanhamento dos resultados.

A maioria das plataformas de tráfego pago hoje em dia fornece relatórios completos de resultados, e é de fácil acesso e gerenciamento. O Google Adwords e o Facebook Ads, por exemplo, fazem relatórios em tempo real da performance dos seus anúncios, permitindo que o administrador otimize as suas campanhas cada vez mais.

Mas como aplicá-lo na prática?

Todo trabalho de marketing de performance é baseado em uma métrica principal, que geralmente envolve ou deveria envolver um resultado financeiro.

Por mais variado que seja uma meta ou um objetivo, no fundo ele envolve de alguma forma um retorno para a empresa. Por exemplo, uma organização com o objetivo de aumentar o seu tráfego orgânico deseja também aumentar o seu resultado financeiro, ou seja, ela quer gerar mais leads ou cliques em banners de publicidade.

Para definir essa métrica principal, é preciso ter em mente que ela deve ser:

– Específica;
– Facilmente mensurada;

– Alcançável;
– Relevante;
– Temporal.

Exemplos de metas com essas definições:

– “Aumentar o meu tráfego orgânico 10% ao mês”;
– “Diminuir o custo por conversão das minhas campanhas de Google Adwords em 20% no próximo mês”;

– “Conseguir um valor por lead de R$ 4,00 com Facebook Ads”.

Principais métricas por canal

Os principais caminhos para se iniciar no marketing digital possuem várias métricas que precisam ser acompanhadas e, não saber o que é mais importante mensurar, pode gerar uma perda de tempo para o gestor.

Em todos os canais que uma empresa escolhe investir, o ROI deve sempre nortear as campanhas.

O ROI pode ser calculado pela seguinte fórmula: Ganho – Custo / Custo. Se quiser saber o ROI em % é só multiplicar o resultado por 100. Lembre-se de que o custo da sua equipe também entra no cálculo — é um erro muito comum calcular o ROI sem levar em conta todos os custos de um canal.

Em alguns casos, pode ser difícil mensurar o ROI, como em redes sociais, por isso é importante saber o que mensurar em algumas mídias além do ROI. Veja a seguir algumas métricas importantes para determinados canais:

SEO

Tráfego orgânico: o principal objetivo de um trabalho de SEO é aumentar o tráfego orgânico. O gestor pode acompanhar essa métrica facilmente pelo Google Analytics no menu de Aquisições.

Posicionamento: outro objetivo importante de SEO é melhorar o posicionamento no Google. Existem ferramentas grátis que permitem acompanhar o seu posicionamento para as suas principais palavras-chave.

Links patrocinados

Custo por clique: os links patrocinados permitem calcular o ROI das campanhas de forma bem fácil. Como esta métrica está diretamente ligada ao custo, acompanhar quanto paga por clique em cada palavra-chave é essencial.

Custo por aquisição: tanto o Google Adwords quanto o Facebook tem sistemas eficientes para começar uma campanha já acompanhando o quanto está gastando para gerar cada conversão.

E-mail Marketing

Taxa de abertura: acompanhar quantas pessoas estão recebendo e abrindo seus e-mails é importante para evoluir essa métrica sempre, afinal é um canal direto e muito eficiente de vendas.

Taxa de cliques: não basta só abrir o e-mail, o gestor precisa do clique para o conteúdo (seja na landing page ou blog). Cada clique é uma visita em potencial, já que familiariza melhor com a sua marca ou blog.

Fonte: http://blog.dnadigital.com.br/

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Entre em contato!