Usando palavras-chave de cauda longa para atrair mais visitas

Usando palavras-chave de cauda longa para atrair mais visitas

Uso de palavras-chave de cauda longa (long tail keywords) pode ajudar no posicionamento digital da sua empresa. Seja pela busca orgânica ou por mídia paga

As empresas estão aumentando cada vez mais os esforços no meio digital e trazerem cada vez mais receita.

Essa incessante busca pelo alto ROI influencia em todas as etapas do processo, sejam elas. As de atração (SEO, blog, AdWords, Facebook Ads). Conversão (Landing Pages, formulários de contato). E relacionamento (Email Marketing).

Vamos tratar especificamente da atração. Isto é, como o uso de palavras-chave cauda longa (long tail keywords) podem ajudar no posicionamento digital da sua empresa. Seja pela busca orgânica ou por mídia paga.

O que é o conceito da palavras-chave de cauda longa?

O termo “cauda longa” se popularizou com o artigo e posteriormente o livro de Chris Anderson. A Cauda Longa – Do mercado de massa para o mercado de nicho.

O termo virou uma forma de descrever e explicar a estratégia de atacar várias coisas com pouca demanda. Ao invés de poucas coisas com muita demanda. Exemplo: A Americanas vende vários itens populares, de alimentos até roupas. A Cacau Show vende apenas chocolates e derivados.

Ao analisarmos, é possível notar que as coisas “mais genéricas” possuem maior demanda. Porém são mais limitadas em quantidade. Já as coisas que fazem parte da cauda longa (mais específicas) possuem menor demanda. Porém são tantas opções que acabam superando as genéricas em quantidade.

Se avaliarmos o conceito para o varejo, trabalhar com produtos da cauda longa pode se tornar mais rentável, no acumulado.

Já se avaliarmos na sua estratégia de Marketing Digital, você pode trabalhar palavras-chave de cauda-longa e obter mais sucesso!

O que são palavras-chaves cauda longa?

Palavras-chaves cauda longa ou long tail keywords são geralmente formadas por três ou mais palavras. Criando uma pequena frase e representando uma busca mais personalizada.

Tais palavras representam uma forma de se diferenciar. Tanto com a compra de palavras-chave no Google quanto com a execução de boas práticas de SEO.

Assim, os termos genéricos são deixados de lado para se dar preferência a palavras-chave mais específicas. Que estejam mais próximas do conteúdo que você quer divulgar. Ou seja, keywords mais específicas que representem com mais intenção seu conteúdo. Além disso, o uso desse tipo de palavra possibilita, principalmente, a segmentação de visitas no topo de funil. Trabalhando a atração dos Leads.

À primeira vista parece ser uma aposta arriscada, já que envolve palavras que representam um volume menor de buscas, consequentemente atingindo um número menor de pessoas em busca do seu produto ou serviço.

Por outro lado, a estratégia com cauda longa representa um enorme ganho com a possibilidade de fazer com que as pessoas que buscam pela sua empresa encontrem algo mais próximo da realidade das pesquisas que elas fazem. Isso também contribui para um aumento do índice de qualidade do seu anúncio no Google AdWords.

Um exemplo de cauda longa a ser analisado na prática

Vamos supor que você tenha um site que venda artigos esportivos para surfistas em Santa Catarina e queira que os esportistas encontrem seus produtos na primeira página do Google de forma orgânica, ou nas primeiras posições anunciando pelo AdWords.

O uso de palavras-chave como loja surf, prancha de surf, surf, pranchas surf, dentre outras que são bem generalistas, pode fazer com que esse surfista não encontre sua página, pois a concorrência por esses termos é bastante elevada.

No caso da mídia paga é ainda pior, pois a visualização e o clique poderão custar uma boa quantia de dinheiro, sem levar necessariamente o visitante até a compra.

Um bom exemplo de palavras-chave cauda longa que especificariam os interesses desse surfista, seriam:

  • prancha de surf nova
  • prancha de surf usada
  • onde comprar prancha de surf
  • preços de prancha de surf santa catarina
  • comprar prancha de surf
  • prancha de surf preços
  • prancha de surf iniciante
  • loja de surf sc

Essas palavras possuem uma média de pesquisas mensais menor do que prancha, prancha de surf. Em compensação, são palavras que aumentam as chances de compra dos surfistas, pois os interesses estão direcionados de forma mais clara. Ou seja, essas palavras geralmente possuem uma taxa de conversão maior que as de cauda curta, e também uma concorrência menor do que o habitual.

Um outro ponto interessante do uso desses termos são os diferentes direcionamentos que eles podem dar a quem está fazendo uma pesquisa no Google. Consumidores que ainda não estão preparados para o momento de compra provavelmente usarão palavras mais informacionais em sua busca pela rede, por exemplo:

  • como encontrar a prancha certa
  • como escolher sua prancha de surf
  • marca de prancha de surf
  • top 10 melhores pranchas de surf
  • tamanhos de prancha de surf

Em compensação, consumidores que já estão mais avançados na jornada de compra e, por consequência, procurando por conteúdos mais comerciais, podem usar palavras mais voltadas para compra e venda, como os seguintes termos:

  • comprar
  • alugar
  • revisar
  • desconto
  • cupom
  • encomenda

Podemos encontrar 4 benefícios do uso de cauda longa

Chegar mais fácil ao seu objetivo

Quanto mais próximo da resposta o visitante chegar em uma pesquisa, maior é a probabilidade de clique no link. E maior é a chance de que ele tenha sua questão resolvida.

Facilitar o caminho da audiência no objetivo de sua página, seja compra, conversão, assinatura ou outra ação é também uma forma de iniciar um bom relacionamento com seus novos clientes.

Melhor relação entre custo e benefício

Apesar de serem palavras-chave com menor volume de buscas do que as short tails (que têm entre uma e três palavras) e head tails (apenas uma palavra), as long tail keywords via de regra possuem cliques mais qualificados, uma vez que não levam respostas vagas a quem pesquisa.

Isso influencia diretamente o ROI, já que as chances de conversão são maiores.

Menor rejeição

Alta rejeição não é um índice motivo de orgulho por parte de um negócio.

Ao otimizar as suas palavras-chave de cauda longa, você tem a oportunidade de diminuir essa taxa e ter, em seu site, os visitantes certos adquirindo seu produto — e, possivelmente, retornando ou indicando seu negócio a outras pessoas.

Crescimento das buscas no Google

Com uma rejeição menor dos visitantes também há uma melhor qualificação nas buscas do Google, o que acaba aumentando o número de visitas ao seu site.

6 dicas de como usar palavras-chave de cauda longa

1. Fazer uma boa pesquisa

Antes de investir nas palavras-chave mais relevantes para a sua empresa, é fundamental que haja uma pesquisa dos termos que sejam relevantes para o seu negócio.

Existem boas ferramentas que podem ajudar nessa pesquisa, como Keyword Planner do AdWords, Keyword ToolUbersuggest.

A ferramenta Ubersuggest em especial é bastante eficaz para essa pesquisa. O que ela faz é aprimorar palavras-chave com outros termos e dar variações e sugestões das mesmas, aumentando seu leque de opções na hora de escolher uma keyword específica.

2. Usar seu Google Analytics e Search Console

Analisar o seu site por meio das ferramentas Google Analytics e Search Console dá uma boa noção de quais long tail keywords você pode começar a explorar.

Tanto a pesquisa interna do seu site quanto a externa são boas fontes de análise para você aprimorar sua otimização de palavras-chave de cauda longa.

3. Usar sinônimos

O fato de pensar como se o seu consumidor fosse fazer a busca ajuda bastante a criar as long tails. Muitas vezes a palavra que você imagina serem as melhores podem ser buscadas como sinônimo pelo seu potencial cliente, então a dica é investir também em sinônimos.

Você pode criar várias versões de palavras-chave de cauda longa trocando apenas algumas palavras que sejam ou sinônimas ou que levam a produtos ou serviços bem similares.

Exemplos:

  • tênis/calçado
  • notebook/laptop
  • emprego/trabalho

4. Equilíbrio no tamanho

O ideal é que essas palavras de cauda longa não sejam tão pequenas quanto “marketing” e nem tão grandes quanto “o que você deve prestar atenção no marketing em 2015”.

É recomendado o uso de ao menos 4 palavras-chave ou que elas tenham de 11 a 20 caracteres.

5. Produzir um conteúdo de qualidade

A questão aqui pode parecer que foge um pouco do tema palavras-chave de cauda longa. Mas não se engane: de nada adianta escrever palavras-chave a esmo sem ter uma preocupação clara em responder as perguntas de seus visitantes. O Google, a cada atualização do algoritmo, valoriza mais e mais a qualidade do conteúdo.

6. Entrar na mente de seu consumidor/visitante

Pense em seu produto e esqueça que ele faz parte da sua empresa. Depois, imagine quais perguntas ou palavras-chave você deve fazer para encontrá-lo no Google.

Faça esse exercício como se você estivesse procurando uma solução para seu problema e encontrasse o seu próprio site nos resultados.

Conclusão

O uso correto das palavras-chave de cauda longa em Marketing Digital é fundamental para que seu site receba as visitas mais qualificadas e, assim, obtenha os melhores resultados.

É bom levar em consideração que o principal objetivo de usar as long tail keywords não é a de manipulação dos sistemas de busca para ranquear melhor o seu site, mas sim entender o que a sua audiência está buscando, quais questões ela quer solucionar e o que está pensando quando vai fazer uma busca pelo Google.

Matéria completa:
www.resultadosdigitais.com.br/blog/cauda-longa/
O conteúdo publicado aqui é espelhado de um conteúdo original que pode ser visualizado no link acima.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Entre em contato!